Minha foto
arine-chan é uma arquiteta que curte comer bem, dormir bem e ama seus amigos e sua família. gosta de um seriado na tv, fazer compras, cozinhar e tem uma preguiça maior que o mundo de fazer faxina. seu lema é: pra que arrumar a cama de manhã se você vai desarrumá-la a noite?

terça-feira, 2 de junho de 2009

"Doramas"

Notei que ultimamente ando falando muito em comida. Natural, já que é uma das coisas que mais gosto de fazer: cozinhar e comer.
Outra coisa que me faz feliz é sentar em frente à tv e parar de pensar. Ou seja, gosto de novelas, seriados, filmes e tudo mais que faça meu cérebro descansar.
Então, aderindo à mania da japonesada, afinal, não posso negar minhas origens, comecei a assistir os famosos (pelo menos entre a japonesada) "doramas" - que vem da palavra Drama.
Acho que o mais famoso deles, e vou começar por ele, é o "1 litro de lágrimas". Como o próprio nome diz, você derrama 1 litro - ou mais - de lágrimas a cada episódio.
É triste, mas como toda novelinha japonesa, é bonitinho também.



"1 Litro de Lágrimas", conta a história de uma adolescente com uma doença degenerativa.
Sawajiri Erika no papel de Ikeuchi Aya e Nishikido Ryo no papel de Asou Haruto.
Sugestão: assistir com uma caixa de lenços de papel à mão e 1 copo d'água para evitar desidratação.

Comecei a chorar do 2º episódio em diante e só parei no último. Destaque para a música-tema, chamada Konayuki do grupo Remioromen. Se quiser assistir o clipe da música vou postar um dos vários que tem no youtube: http://www.youtube.com/watch?v=BxtpprfVEdE&feature=related
Uma coisa engraçada de assistir essas novelinhas é ver a diferença entre elas e as novelas brasileiras. Nos doramas, você não vê quase nunca beijo na boca ou cenas de sexo como nas novelas brasileiras. É tudo mais sutil, mais inocente (na maioria das vezes). Outra coisa divertida são os trejeitos dos japoneses. Eles fazem umas caretas engraçadas, uns gestos bizarros, coisas que no Brasil a gente acha super estranho, mas pra eles é normal.
O último que assisti foi Taiyou no uta (que pode ser traduzido como algo do tipo "Música do Sol", com algumas atrizes que fizeram parte do elenco de 1 litro de lágrimas, inclusive o papel principal foi para a mesma atriz. Nesse dorama, a garota também tem uma doença rara, mas é um tipo de alergia à luz do sol. Bem bonitinho também, um pouco menos dramático, mas a gente também dá uma choradinha em algumas partes. A música tema tem o mesmo nome da novela, e quem canta é a atriz principal, que nessa novela faz o papel de Kaoru Amane. Se quiser ver o clipe da música, aqui vai: http://www.youtube.com/watch?v=P-Xnh2MZ5Hs

Taiyou no Uta conta a história de uma garota que gosta muito de cantar, mas não pode sair durante o dia.
Neste caso o pacote de lenços de papel pode ser um pouco menor, mas não deve ser descartado.


Pra não dizer que os japas só curtem chorar e chorar e chorar, vou falar um pouquinho de um "dorama" que me fazia chorar, mas era de tanto rir. "Papa to musume no nanokakan" (Acho que algo do tipo "Sete dias de um pai e uma filha"). A velha história de troca de corpos, mas a complicação é que, diferente da maioria dos filmes onde o pai troca com o filho ou a mãe com a filha, nesse caso é o pai e a filha. Vale a pena parar pra assistir, porque os atores dão um show!
Tudo fica mais complicado porque os dois passam por momentos decisivos, a filha está apaixonada pelo veterano jogador de futebol, e o pai tem que enfrentar um desafio no trabalho.




Tachi Hiroshi faz o papel de Kawahara Kyochiro (o pai) e Aragaki Yui faz o papel de Kawahara Koume (filha)



E por último, mas não menos importante: "Hana yori dango" (Melhor Meninos que Flores). Esse é bem adolescente, mas não menos viciante. Também é mais pro estilo engraçadinho, e se você for como eu, que chora até em comercial de margarina, vai soltar umas lagrimazinhas vez ou outra aqui...
Nessa história, a garota que faz o papel principal, estuda numa escola só para pessoas MUITO ricas, mas ela mesmo não é. Ela é tosca pra caramba, não gosta de frescura, ou seja, está no lugar errado.
Diverte e entretém.
O engraçado, nesse caso, é que a atriz principal nem é aqueeeela lindeza, mas acho que por isso é mais bacana de assistir.

A atriz que faz Tsukushi Makino é Mao Inoue, e ela tem a cara engraçadinha.
Destaque para a trilha sonora, gostei muito. Na primeira temporada: Wish, do Arashi e Planetariun, da Otsuka Ai: http://www.youtube.com/watch?v=jFdT_cIQ-5I&feature=related e na segunda temporada Flavor of life, Utada Hikaru: http://www.youtube.com/watch?v=SLBAR0jukSI
Hoje em dia você acha pra vender até no camelô (pelo menos aqui em Londrina) essas novelas, e várias vêm legendadas - muito útil no meu caso, porque meu japonês é perto de zero!
Então, faça uma pipoquinha, pegue um lencinho e boa diversão!

2 comentários:

  1. Nunca tive coragem de ver 1 litre no namida exatamente porque sei que vou me matar de chorar, mas gosto muito das músicas do Remioromen que são tema desse dorama (e também de várias outras da banda, hehe)

    ResponderExcluir
  2. ah, mas sabe que eu tb dei uma enrolada pra começara a assistir esse, pelo mesmo motivo. Mas vale a pena, é muito bonitinho...

    ResponderExcluir

Loading...